sexta-feira, 16 de setembro de 2011

VOLEIBOL



CARACTERÍSTICAS DO JOGO

O Voleibol é um desporto colectivo jogado por duas equipas num terreno dividido ao meio por uma rede. Poderá haver diferentes versões para responder a situações específicas e possibilitar a prática do jogo a todas as pessoas.

O objectivo do jogo é enviar regulamentarmente a bola por cima da rede, de forma a tocar o campo contrário e impedir, por outro lado, que ela toque o chão do seu próprio campo. Cada equipa dispõe de três toques para devolver a bola (para além do toque do bloco).

A bola é posta em jogo com o serviço: o jogador que efectua o serviço bate a bola de forma a enviá-la por cima da rede para o campo contrário. A jogada desenvolve-se até que a bola toque no chão, seja enviada para fora ou uma das equipas não a consiga devolver correctamente.

Em cada jogada é ganho um ponto (sistema de ponto por jogada). Quando a equipa que recebe ganha a jogada, ganha um ponto e o direito de servir e os seus jogadores efectuam uma rotação, deslocando-se uma posição no sentido dos ponteiros do relógio.

William Morgan, o criador do jogo, ainda reconheceria o Voleibol, dado que o mesmo tem mantido ao largo dos anos certos elementos distintivos e essenciais. Alguns deles são compartilhados com outros jogos de rede/bola/raquete:
- serviço;
- rotação (existe uma ordem para servir);
- ataque;
- defesa.

O Voleibol é, contudo, o único entre os jogos de rede a insistir para que a bola esteja constantemente no ar, e que permite a cada uma das equipas efectuar um determinado número de passes entre os seus elementos antes de enviar a bola para o adversário.

INSTALAÇÕES E EQUIPAMENTO

A área de jogo compreende o terreno de jogo e a zona livre. Deverá ser rectangular e simétrica.

O terreno de jogo é um rectângulo de 18 m x 9 m, circundado por uma zona livre com um mínimo de 3 m de largura em todos os lados.

O espaço livre de jogo é o espaço situado acima da área de jogo e livre de qualquer obstáculo com um mínimo de 7 m de altura, medido a partir da superfície de jogo.

O terreno de jogo é delimitado por duas linhas laterais e duas linhas de fundo, que estão traçadas no interior do terreno de jogo.

A linha central divide o terreno de jogo em dois campos iguais de 9 m x 9 m, no entanto considera-se que a largura da linha pertence, simultaneamente, aos dois campos. A linha central estende-se debaixo da rede até às linhas laterais.

Em cada campo, uma linha de ataque, com o bordo exterior traçado a 3 m do eixo da linha central, delimita a zona de ataque.

A zona de serviço tem 9 m de largura e situa-se para além de cada linha de fundo. Em profundidade, a zona de serviço estende-se até ao fim da zona livre.

A dividir os 2 meios campos existe a rede, onde podemos encontrar as varetas. As varetas são consideradas como fazendo parte da rede e delimitam lateralmente o espaço de passagem da bola.


EQUIPAS
Uma equipa de Voleibol pode ser composta, no máximo, por 12 jogadores. 6 jogadores de campo e 6 suplentes.

Não é permitido usar equipamentos de cor diferente do equipamento dos outros jogadores (excepto o Libero).

Uma equipa marca um ponto:
- Se colocar a bola no chão do campo adversário;
- Quando a equipa adversária comete uma falta;
- Quando a equipa adversária recebe uma penalização.

Uma jogada é a sequência de acções de jogo desde o momento do batimento do serviço até que a bola esteja fora de jogo. Se a equipa que serviu ganha a jogada, marca um ponto e continua a servir. Se a equipa que recebeu ganha a jogada, marca um ponto e deve servir de seguida.

Um set (excepto o set decisivo – 5º) é ganho pela equipa que faz primeiro 25 pontos, com uma diferença mínima de 2 pontos. Em caso de igualdade a 24-24, o jogo continua até haver uma diferença de 2 pontos (26-24, 27-25, …).

Um jogo é ganho pela equipa que vença três sets. Em caso de igualdade de sets 2-2, o set decisivo (5º) é jogado até aos 15 pontos com uma diferença mínima de 2 pontos.


POSIÇÕES

No momento em que a bola é batida pelo jogador no serviço, cada equipa deve estar posicionada no seu próprio campo, de acordo com a ordem de rotação (exceptuando o servidor).

Os três jogadores colocados junto da rede são os avançados e ocupam respectivamente, as posições 4 (o jogador à esquerda), 3 (o jogador ao centro) e 2 (o jogador à direita).

Os outros três jogadores são os defesas e ocupam as posições 5 (o jogador à esquerda), 6 (o jogador ao centro) e 1 (o jogador à direita).

Depois do batimento da bola no serviço, os jogadores podem deslocar-se e ocupar qualquer posição no seu próprio campo ou na zona livre.


ROTAÇÃO

A ordem de rotação é determinada pela formação inicial da equipa e controlada pela ordem de serviço e pelas posições dos jogadores ao longo do set.

Quando a equipa que recebe ganha o direito ao serviço, os jogadores efectuam uma rotação, deslocando-se uma posição no sentido dos ponteiros do relógio: o jogador da posição 2 vai para a posição 1 para servir, o jogador da posição 1 para a posição 6, etc.


SITUAÇÕES DE JOGO

A bola está em jogo a partir do momento do batimento no serviço após
autorização do primeiro árbitro.

A bola é considerada “dentro” quando toca o chão do terreno de jogo, incluindo as linhas de delimitação.

A bola é “fora” quando:
- A superfície da bola que toca o chão está completamente fora das linhas de delimitação;
- Toca um objecto fora do terreno, o tecto ou alguém estranho ao jogo;
- Toca as varetas, cabos, postes ou a rede no exterior das bandas laterais;
- Atravessa o plano vertical da rede, total ou parcialmente pelo exterior do espaço de passagem;
- Atravessa completamente o espaço inferior situado por baixo da rede.


TOQUES NA BOLA

Cada equipa tem direito a um máximo de três toques (mais o toque do bloco), para reenviar a bola. Se forem feitos mais do que três toques, a equipa comete falta: “QUATRO TOQUES”.

Um jogador não pode tocar duas vezes consecutivas na bola.

Dois ou três jogadores podem tocar a bola simultaneamente.

Quando dois (três) colegas tocam a bola simultaneamente, são contados dois(três) toques (excepto no bloco).

Se a bola é apenas tocada por um jogador, mesmo que dois (três) colegas a
pretendam jogar, é contado apenas um toque.

Se houver toques simultâneos entre adversários acima da rede e a bola ficar em jogo, a equipa que recebe a bola tem direito a três novos toques.

A bola pode ser tocada com qualquer parte do corpo, no entanto, não pode ser agarrada e/ou lançada.


BOLA

A bola enviada para o campo adversário deve passar por cima da rede pelo espaço de passagem, delimitado lateralmente pelas varetas.

A bola, ao passar a rede, pode tocar nela.

Ao bloco é permitido tocar a bola no outro lado da rede, desde que o jogador não interfira no jogo do adversário antes ou durante o seu ataque. Depois do ataque, o jogador pode passar a mão para o outro lado da rede, desde que o contacto com a bola tenha tido lugar no seu próprio espaço de jogo.

O contacto de um jogador com a rede não é falta, excepto se interfere com a jogada.


SERVIÇO

O serviço é o acto de pôr a bola em jogo pelo defesa-direito, colocado na zona de serviço.

No momento do batimento da bola no serviço ou na impulsão, no caso de serviço em suspensão, o jogador que serve não deve tocar o terreno de jogo (linha de fundo incluída) nem o chão no exterior da zona de serviço.

Após o batimento o jogador pode pisar ou cair fora da zona de serviço, ou dentro do terreno de jogo.


BLOCO

O bloco é a acção dos jogadores colocados junto da rede para interceptar uma bola procedente do campo adversário, ultrapassando nessa acção o bordo superior da rede, independentemente da altura a que se dá o contacto com a bola.

Apenas os jogadores avançados podem fazer bloco efectivo, mas no momento do contacto com a bola parte do corpo deve estar acima do bordo superior da rede.

O contacto da bola no bloco não conta como um toque da equipa. Assim, depois de um toque no bloco, a equipa tem direito a três toques para reenviar a bola.

Não é permitido blocar um serviço adversário.


SUBSTITUIÇÕES

São autorizadas, no máximo, seis substituições, por equipa e por set. Podem ser efectuadas separadamente ou todas de uma vez.

Um jogador da formação inicial pode sair do jogo uma só vez por set e não pode reentrar senão para o lugar que ocupava anteriormente.

Um jogador suplente só pode entrar uma vez por set para o lugar de um jogador da formação inicial e só pode ser substituído por este.

Um jogador EXPULSO ou DESQUALIFICADO deve ser substituído regulamentarmente. Em caso de impossibilidade, a equipa é declarada INCOMPLETA.


INTERVALOS E TROCAS DE CAMPO

Intervalo é o tempo entre os sets. Todos os intervalos têm uma duração de 3 minutos.

Depois de cada set as equipas trocam de campo, com excepção do set decisivo. No caso do set decisivo, quando uma equipa obtém 8 pontos, procede-se à troca de campo sem qualquer perda de tempo, mantendo-se as mesmas posições dos jogadores.



1 - Linha Lateral
2 - Linha de Fundo
3 - Zona de Serviço
4 - Linha Central
5 - Rede
6 - Vareta
7 - Zona de Ataque
8 - Linha de Ataque




Posições em Campo e Sentido da Rotação