sexta-feira, 16 de setembro de 2011

ATLETISMO - Triplo Salto


CORRIDA DE BALANÇO


- Efectuar uma corrida de balanço com cerca de 10 passadas, progressivamente acelerada e com ritmo crescente até à chamada.
- Corrida realizada com passadas completas, relaxadas, circuladas, com joelhos altos para permitir apoios activos (grifée) efectuados pelo terço anterior do pé.
- Correr com o tronco direito, cabeça alta, olhando em frente, ombros relaxados e acção rápida e enérgica dos membros superiores, flectidos sensivelmente a 90º.
- Colocar sempre a bacia “alta” e baixar ligeiramente no penúltimo apoio da corrida de balanço




CHAMADA


- Movimentar o membro inferior de chamada no sentido: cima-frente para    baixo-trás, em movimento rápido e activo.
- Apoiar completamente a planta do pé.
- Realizar um movimento de extensão activa das 3 articulações do membro inferior de chamada: tíbio-társica, joelho e coxo-femural.
- Elevar a coxa do membro inferior livre rápida e activamente até à horizontal, mantendo a posição numa primeira fase.
- Manter o tronco próximo da vertical, com a cabeça levantada.


HOP


- Assumir uma posição “alta” numa fase inicial do movimento.
- Tentar não perder velocidade.
- Manter o tronco numa posição vertical.
- Movimentar os membros superiores de uma forma rápida e coordenada com os membros inferiores, alternada ou simultaneamente.
- Após atingir o ponto mais alto o membro inferior livre efectua um movimento para baixo e para trás, atingindo quase a extensão completa quando passa na vertical do corpo.
- A coxa do membro inferior de chamada dever-se-á elevar até à horizontal, com o objectivo de preparar a recepção do HOP e a chamada do STEP.

(É o salto mais curto dos três, pois é realizado em condições de maior dificuldade, já que o mesmo membro inferior que realiza a primeira chamada, tem de absorver o impacto do peso do atleta e imprimir-lhe uma nova aceleração).


STEP


- Manter o membro inferior de recepção / chamada praticamente em extensão.
- Efectuar o apoio com a totalidade da planta do pé.
- Elevar a coxa do membro inferior livre até à horizontal.
- Efectuar um movimento activo (grifée), de arranhar o solo, realizado de      cima-frente para baixo-trás, com ligeira flexão a nível do joelho.
- Manter o tronco na vertical.
- Procurar coordenar os membros superiores (simultâneos ou alternados) com a acção dos membros inferiores.
- O membro inferior que realizou as chamadas precedentes deverá balançar atrás descontraído e flectido a nível da articulação do joelho.



JUMP


- Manter o membro inferior de recepção / chamada praticamente em extensão.
- Efectuar o apoio com a totalidade da planta do pé.
- Efectuar um movimento activo (grifée), de arranhar o solo, realizado de cima-frente para baixo-trás.
- Manter o tronco na vertical.
-  Elevar a coxa do membro inferior livre rápida e activamente até à horizontal, mantendo a posição numa primeira fase da suspensão.


RECEPÇÃO


- Contactar a areia pelos calcanhares e ao mesmo nível.
- Amortecer a queda através da flexão dos joelhos.
- Avançar sobre o local de contacto. (sentar sobre o local dos pés)